• danieloscar8

Pneus: ajudam ou atrapalham?

Atualizado: 19 de mar.

Na sua opinião, devemos reutilizar pneus para plantar? Saiba quais são os impactos ambientais do uso de pneus nos locais de plantio.

Fonte: Prefeitura de Penápolis/SP.

Os pneus constituem um dos grandes problemas ambientais da atualidade, estudos recentes revelam que a poluição atmosférica ocasionada pelos pneus pode ser até 1.000 vezes pior do que a ocasionada pela queima de combustíveis, isto porque os pneus liberam na atmosfera pequenas partículas altamente prejudiciais ao meio ambiente. Além disso, os pneus não são biodegradáveis e o seu tempo de decomposição na natureza é indeterminado, o que lhe confere caráter nocivo do ponto de vista ambiental. De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito brasileiro (DENATRAN), mais de 160 milhões de pneus são descartados anualmente e a perspectiva é que este número continue a aumentar nos próximos anos.


Embora a intenção de reciclar pneus seja boa, os pneus quando expostos à chuva e ao sol liberam substâncias tóxicas que contaminam o solo e o lençol freático, razão pela qual devem ser evitados. Os pneus liberam no solo metais pesados como cádmio e chumbo, que podem produzir efeitos tóxicos nos organismos vivos, mesmo em concentrações muito pequenas.

Por essa razão, o Galho Forte não utiliza pneus em suas ações de plantio e não recomenda o uso de pneus por parte da população. A boa notícia é que os pneus são totalmente recicláveis e estão incluídos no programa obrigatório de adoção da Logística Reversa, da Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010). Para evitar os danos ambientais decorrentes do descarte irregular dos pneus, basta que o consumir entregue o pneu inservível em um dos pontos de coleta de responsabilidade dos comerciantes e distribuidores.


Autor: Daniel Oscar Soares. Engenheiro Agrônomo. Advogado. Mestre e Doutor em Agronomia Tropical.

8 visualizações